Volume
Rádio Offline
PRESSÃO DO MOVIMENTO INDÍGENA SEGURA SESAI
31/03/2019 01:24 em Novidades

MOVIMENTO INDÍGENA MOSTRA SUA FORÇA AO MINISTRO DA SAÚDE


Após pressão do movimento indígena, o Ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta, recebe nossas lideranças, no dia de hoje (28), para explicar os rumos da política indigenista no seu Ministério, como fica a SESAI e o atendimento aos povos indígenas. Atendendo ao chamado da APIB o movimento indígena realizou protestos por várias partes do Brasil, assinalando que nos resistiremos a essa tentativa de extermínio.

 

Abaixo, na integra, o informe da APIB e um vídeo da Sonia Guajajara, destacando os pontos debatidos durante a reunião que contou ainda com a participação do cacique Raoni e de representantes do Fórum de Presidentes do Condisi e do Sindicato dos Profissionais e Trabalhadores da Saúde Indígena.

 

Foto 01: Divulgação APIB 
Foto 02 Janatã

#naoamunicipalizacaodesaudeindigena
#ficasesai
#coiab
#apib

 

 

Informe da Apib sobre a reunião com o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta

 

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), vem a público informar os encaminhamentos após reunião com o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, ocorrido na manhã desta quarta-feira (28/03), em Brasília. A reunião foi articulada pela Apib e participaram representantes do Fórum de Presidente de Condisi, do Sindicato dos Profissionais e Trabalhadores da Saúde Indígena – SindCoPSI, representantes das organizações indígenas regionais e lideranças de vários povos indígenas.

 

Inicialmente o ministro se mostrou irredutível, inclusive apresentando uma visão ultrapassada sobre os povos indígenas. Demonstrando clara intenção de adotar um modelo fragmentado. Expressou ainda, uma classificação de “índio antropizado”, “semi antropizado” e “não antropizado” para justificar mudanças na política de atenção a saúde indígena. Todos as lideranças indígenas presentes foram unanimes em afirmar a continuidade do subsistema de saúde indígena, mantendo a estrutura atual: Sesai, Dsei`s, Casais e Pólos base; com o aprimoramento das ações.

 

Afirmamos também que não somos coniventes com nenhum tipo fraude, corrupção e desvio, sendo que ele como ministro tem o poder-dever de investigar e determinar providências. E ainda, o movimento indígena ressaltou que há anos as lideranças vêm denunciando as indicações e interferências política para os Dsei`s.

 

O movimento indígena mais uma vez mostrou sua força. A Apib agradece as organizações e comunidades de base que atenderam o chamado que resultou no recuo do ministro. Como encaminhamento concreto o ministro afirmou que a Sesai permanece e que irá instalar o grupo de trabalho já proposto anteriormente para fazer a avaliação da política de atenção à saúde indígena e levar para decisão na 6º Conferência Nacional de Saúde Indígena.

 

Brasília, 28 de março de 2019.

 

Sonia Guajajara
Coordenadora Executiva da Apib

COMENTÁRIOS