Volume
Rádio Offline
DJUENA TIKUNA LANÇA A OBRA WIYAEGÜ
10/10/2019 14:12 em Novidades

 

Para celebrar a música do seu povo, a artista indígena Djuena Tikuna lança em Manaus, no sábado, 12 de outubro, o seu mais novo projeto, intitulado Wiyaegü, uma homenagem ao canto dos seus ancestrais.

A obra produzida por Djuena é composta por três elementos que dialogam entre si, um livro trilíngue (português, inglês e Tikuna), acompanhado de um CD e um documentário, trazendo a riqueza da musicalidade do seu povo, cuja autodenominação é Magüta (o povo pescado) e é uma das maiores nações indígenas do país, com mais de 50 mil representantes.
Wiyaegü conta com a parceria de diversos artistas Tikuna do Alto Solimões e de Manaus. Djuena também teve a colaboração do fotógrafo Diego Janatã e das artistas Marlui Miranda (prefácio e partituras) e Magda Pucci, na tradução dos textos para a língua inglesa.

Esse trabalho teve o respaldo das principais organizações do povo Tikuna, o que evidencia o seu caráter de protagonismo e união, bandeiras constantes na carreira da artista. Uma parte dos exemplares da obra será doada ao Museu Magüta, o primeiro Museu Indígena do país e para a Associação Cultural Wotchimaücü. Também serão distribuídos exemplares para as escolas indígenas da capital e do interior. O projeto foi contemplado pelo Edital 005/2017 conexões culturais da Manauscult, um dos mais importantes e necessários editais de fomento à cultura do Estado.

Para Djuena Tikuna, a obra Wiyaegü pode ser vista como uma ferramenta que contribui com o ensino da temática indígena nas escolas, um subsídio à lei 11645 que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, destacando no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”.

Djuena defende a importância dessa obra como um elemento de valorização da sua cultura e divulgação através de uma proposta de conhecimento consciente que foge do olhar colonizador, exótico e estereotipado com que é visto os povos indígenas. “O canto dos meus ancestrais vive em mim e será ecoado pelas novas gerações. Nossa cultura é sobrevivente, resistimos aos contatos, aos patrões, aos coronéis. Por tudo isso é que mantemos a cultura viva, seja na aldeia e ou na cidade. O que cantamos é a resistência. Nós indígenas precisamos contar a nossa história. Eu sou aprendiz do meu povo e a ele dedico a minha cantoria. Com esse trabalho, quero ajudar a pautar as demandas do meu povo Magüta, bem como evidenciar sua historia de luta, cultura e resistência”, afirma a artista.

   

Lançamento Wiyaegü - O evento de lançamento tem a parceria da Feira Terra-Floresta Viva e contará com a presença de vários artistas do povo Tikuna, entre outros convidados. Durante todo o dia acontecerão diversas atividades culturais, como oficina de língua Magüta, artesanato, culinária tradicional, pintura corporal, palestras, exposição fotográfica e mostra de vídeos com a temática indígena. A programação, voltada para todos os públicos, acontece a partir das 9 horas da manhã e vai até as 18 horas com o show de encerramento, aonde Djuena divide o palco com os artistas Yra Tikuna, José Tikuna, Grupo Wotchimaücü, Grupo Eware, com as crianças do Grupo Yo’i Acügü e com a anciã Rosa Caitatüna.

 

Turnê Nacional e Internacional - Djuena Tikuna acaba de encerrar a primeira temporada da turnê nacional do Sonora Brasil, projeto realizado pelo SESC. A artista Tikuna, acompanhada pelo percussionista maranhense Diego Janatã, divide o palco com a cantora Magda Pucci e acordeonista Gabriel Levy, ambos do grupo Mawaca. O quarteto circulou pelas capitais e por algumas cidades da região norte e nordeste, divulgando a música dos povos originários. Em 2020 a turnê segue para a região Sul, Sudeste e Centro Oeste.

Após o lançamento do seu novo trabalho Wiyaegü, em Manaus, a artista indígena segue para Europa, aonde é uma das atrações do festival francês Ville de Musique du Monde, que acontece em Paris no dia 09 de novembro.  Dia 14 a artista Tikuna faz encerramento do Festival Cine Luso, em Bruxelas, na Bélgica, aonde também exibe o seu documentário. No dia 19 de novembro Djuena se apresenta em um ato show na cidade de Amsterdã, na Holanda.  

 

SERVIÇO:
Lançamento WIYAEGÜ
12 de Outubro
Feira Terra - Floresta Viva
(MUSA do Largo São Sebastião)
em frente ao Teatro Amazonas,
no centro histórico de Manaus

09 as 18 horas
Entrada Gratuita

 

PROGRAMAÇÃO

 

9h as 18h
Exposição Fotográfica e Cultural Tikuna

 

10h as 11h
Oficina de Grafismo e Pintura corporal 
Facilitadora: Thais Kokama

 

11h as 12h
Oficina de Gastronomia Tikuna
Facilitadora: Totchimaüna Tikuna

 

13h as 14h * Oficina língua Magüta
Facilitadora: Yra Tikuna

 

12h as 15:30h
Exibição de vídeos com a temática Tikuna

 

14h as 15h
Oficina de Artesanato Tikuna
Facilitadora:Totchimaüna Tikuna

 

15h30 às 16h
Lançamento da Obra WIYAEGÜ
Exibição do documentário, apresentação do livro e CD

 

16h as 17h
Roda de conversa com Lideranças e Artistas Indígenas.
Convidados: José Tikuna (Cantor e Artesão), Yra Tikuna (cantora e professora), Aguinilson Tikuna (Liderança Indígena), Gersen Baniwa (liderança indígena), Clotilde Tikuna (Artista indígena),
Bernardino Tikuna (Músico),entre outros  

Mediação: Djuena Tikuna.

 

17h as 19h
Show Musical Cultural de Djuena Tikuna e convidados.


:

 

COMENTÁRIOS